Nos dias de hoje, as pessoas estão vivendo cada vez mais com o dinheiro contado, lembrando que a crise financeira dos últimos tempos tem causado muito desemprego e inflação. Com isso, o salário das pessoas gradativamente vem dando para fazer menos coisas, e com isso elas precisam se adequar a essa nova lógica. Economizar é difícil claro, principalmente para quem já vive numa situação de contenção, mas é sempre possível realizar novos cortes no orçamento.

Aprender a lidar com o seu dinheiro é uma qualidade indispensável para sair e se eximir das dívidas, e sabemos que são raras as pessoas que possuem essa qualidade. No capitalismo que vivemos, onde o consumo é mais importante do que tudo praticamente, conseguir se controlar pode ser uma tarefa árdua muitas das vezes. Mas nunca nada é impossível caso se tenha força de vontade.

Acompanhe agora algumas ideias para fazer o seu salário render até o final do mês.

Faça uma lista com todos os seus gastos

Para ter um choque de realidade e ver como andam os seus gastos, é crucial fazer uma lista com tudo o que você gasta durante o mês: compra, água, luz, internet, TV a cabo, produtos de higiene pessoal, absolutamente tudo. Saber quanto e com o que se gasta é muito importante para se ter uma vida financeira mais contida. A partir disso, você precisa analisar se tudo aquilo é mesmo necessário, se existem coisas que não te fariam falta, e assim cortar esses gastos se possível. No mais, sempre que precisar tomar alguma decisão referente a sua vida financeira, é imperioso que consulte essa lista.

Parar de gastar com coisas supérfluas

Às vezes saímos na rua e gastamos muito mais do que seria sensato gastar. Isso é normal, porque afinal nós somos humanos e possuímos as nossas vontades e fraquezas. Mas para quem está tentando fazer o seu salário render até o final do mês, essa conduta fatalmente pode vir a ser a sua ruína. Pense que nem sempre o que queremos ter é possível, e é questão de maturidade ter essa consciência e não botar em risco a sua saúde financeira por conta de certos caprichos.

Para isso, corte alguns gastos banais, como comer lanches caros em momentos que você não precisa, tomar sorvetes todos os dias, levar de casa coisas básicas que você sabe que vai precisar, e assim evitar ter de comprar na rua (como água, por exemplo), dentre muitos outros exemplos. Ter consciência de que não necessita de tudo o que se tem, é crucial para realizar cortes.

Fazer substituições

Muitas das coisas que compramos que possuem um preço grande por conta do nome, marca ou grife, podem ser facilmente substituídas por coisas mais baratas. Isso não quer dizer que irá comprar coisas de qualidade duvidosa e nem feias, existem muitas opções no mercado para tudo o que for pensar. Isso vale para comidas, roupas, sapatos, e muitas outras coisas. Para alcançar tal objetivo, é necessário fazer muita pesquisa antes de comprar as coisas, comparar os preços, e assim você se tornará uma pessoa mais contida nos gastos.

Trabalhar com a sua realidade econômica

Quem quer fazer o seu salário render mais, deve colocar na cabeça que certos luxos estão além da sua possibilidade. Trabalhar com a realidade é um dos passos mais importantes para ajustar o seu orçamento. Tem pessoas que não entendem que não podem ficar gastando com certas coisas, e acabam enfiando os pés pelas mãos, acabando por se endividarem. Isso é evidenciado pelo grande número de inadimplentes com o nome sujo no Brasil. E o primeiro passo para parar de gastar mais do que se ganha, é encarar de frente a sua realidade econômica.